19 janeiro 2011


Há semanas que duraram anos, como há anos que não contaram um dia.
Há paixões que foram eternas, como há amigos que passaram céleres, apesar do calendário nos mostrar que eles ficaram por anos em nossas agendas.
Há amores não realizados que deixaram olhares de meses, e beijos não dados que até hoje esperam o desfecho. 
Estes têm a duração que nos ensina o significado da palavra "eternidade". 
O relógio do coração
 Por este relógio, velhice é coisa de quem não conseguiu esticar o tempo que temos no mundo. É olhar as rugas e não perceber a maturidade.

(Alexandre Pelegi)

Nenhum comentário:

Postar um comentário