15 janeiro 2011



Só uma forma de amor:
o incontido
Só um sentido:
a forma de amar
o indefinido

(Calos Barroso)

Nenhum comentário:

Postar um comentário