31 janeiro 2011

Costurei meus sonhos em linhas de algodão, vermelha.
Um arremate com cuidado, bem dado e lá se vão:
Voam feito balão...
Livre cor a enfeitar um céu,
novelo em mel do meu coração.
Onde pousar, serei vermelho...
(bem vivo)
....a deixar de mim, em alguma mão.
(Patty Vicensotti)

Nenhum comentário:

Postar um comentário