31 janeiro 2011

 
Deve existir algo extranhamente sagrado no sal: 
está em nossas lágrimas e no mar...
(Khalil Gibran)

Nenhum comentário:

Postar um comentário