31 maio 2012

Acorda, menina!



É sempre assim. Você não sabe direito o que aconteceu e as memórias da noite passada ficam um pouco embaçadas pelas lágrimas e pelas palavras que vocês arremessaram um no outro. Não era pra ser assim. Você não queria ter dito aquelas coisas. Será que ele queria mesmo ter falado o que falou? Você não sabe. Não sabe nem onde ele tá agora enquanto você tá deitada no seu edredom cor de rosa encharcado de raiva e arrependimento. Por que nos sentimos idiotas por acreditar em alguém? Acorda, menina! Idiota é ele que mentiu, enganou e não teve coragem pra dar o passo que você deu. Terminou. Chega de chorar por quem, ultimamente, não andava te fazendo sorrir.





Nenhum comentário:

Postar um comentário