23 julho 2014

Porque amar é uma decisão !!





Um trabalho pode ser apenas um emprego, um enfado, uma obrigação, um lugar de onde você tira o mínimo pra sobreviver, pra onde você vai todos os dias porque não tem outro jeito, reclamando infeliz da vida. Mas se você colocar amor, ele se torna sua missão, sua realização, seu prazer, fica cheio de significado e poesia… Um dos seus motivos para acordar.

Um bebê que nasce pode ser apenas um pedaço de carne com olhos e boca que vai sugar sua energia, tomar todo seu tempo, atrapalhar o seu sono, trazer gastos e dívidas e amarrar sua vida por um longo tempo.
Mas se você colocar amor nessa relação, o bebê se torna seu filho, e você vai curtir cada minuto, comemorar cada conquista, sofrer com cada tropeço e experimentar o lago mais profundo que um sentimento pode encher.

Um problema pode ser só um evento ou um fato que você, infelizmente, tem que resolver.
Mas resolva com amor, e você terá uma causa, uma luta, um aprendizado, algo para te desafiar e ensinar. Uma pessoa com quem você convive pode ser apenas um colega, alguém que está perto, que não atrapalha, mas também não faz falta nenhuma, com quem você trabalha, almoça, pega ônibus, cruza no portão de casa, fica junto apenas por ficar. Mas dedique algum amor a essa pessoa e ela será um amigo, alguém com quem você pode dividir sua existência, alguém que te ajude a compreender tudo e todos, com quem você pode realmente contar, a quem você pode realmente ajudar, e com quem você poderá se sentir menos só no mundo.

O lugar onde você vive pode ser apenas um chão pra você pisar, uma região de onde você pode retirar tudo que precisa, um espaço para você depositar ou retirar coisas, um lugar como qualquer outro onde você casualmente nasceu e/ou vive.
Mas coloque amor nisso e você terá um lar, uma cidade, um país para defender, e rapidamente aparecerão oportunidades para tornar você alguém mais responsável, mais cidadão, mais transformador da realidade – e portanto, mais consciente e ativo.

Uma pessoa problemática pode ser só alguém que não tem mais jeito, um tropeço, uma encheção, alguém vazio, sem esperança, sem futuro, sem razão de existir, que merece ser jogado de lado, abandonado, deixado para trás.
Mas dê muito amor, invista, acredite, cuide, fique quando todos já foram – e então você verá uma nova pessoa, alguém com um novo horizonte, com uma nova paixão, com um novo motivo, e então a vida pulsará em você também.

Alguém que você conhece pode ser só mais uma boca para beijar, um corpo para usar, alguém para passar o tempo, alguém com quem ficar trocando mentirinhas e truques de sedução… Mais um para colocar na lista de conquistas.
Mas se você colocar amor, essa pessoa pode ser sua companheira, sua alegria, alguém que você deseja com força, alguém para te desafiar e te levar cada vez mais além.

Religião, sem amor, é prisão; com amor, é fé.
Leitura, sem amor, é tarefa; com amor, é alegria.
Música, sem amor, é barulho; com amor, é arte.
Doação, sem amor, é vaidade; com amor, é solidariedade.
Sanções, sem amor, são ordens; com amor, são cuidados.
Reflexões, sem amor, são apenas pensamentos; com amor, são movimento.
Uma palavra, dita com amor, é um carinho.
Uma ação, se tem amor, é um gesto.
Um objeto, se tem amor, é um poema.
Um projeto, quando feito com amor, já é um sucesso.
Uma comida, feita com amor, é um banquete.
Um filme, feito com amor, é um clássico.
Uma viagem, vivida com amor, é uma jornada.
Uma tarefa, realizada com amor, é uma criação.
Uma escolha, quando feita por amor, é o caminho certo.
Uma mudança, quando vem com amor, é progresso.
O amor não acontece. Ele faz acontecer…

Porque o amor não é mágica. É uma decisão.

Autora: Karina Cabral – Blog Mafalda Crescida


Nenhum comentário:

Postar um comentário